Descubra como reformular seu site conforme as exigências do Google

Descubra como reformular seu site conforme as exigências do Google

Por Thiago Rodrigues - 20 de outubro de 2020 -

Seu site ajudou a descomplicar os propósitos comerciais da marca? Há vendas que são originadas por esse motivo? Os usuários têm uma experiência de navegação agradável? Você demorou muito para responder a essas perguntas? Então, pode ser a hora de reformular site para acompanhar as tendências para o futuro do marketing.

Quando você nota que ferramentas estratégicas não funcionaram, é o momento de desfazer bugs, redesenhar páginas e pensar pequenas modificações. As pessoas vivem cada dia mais conectadas à internet, assim os padrões de qualidade são exigidos pelo público e também pelo Google.

É por isso que elaboramos este texto. Vamos trazer dicas de reformulação para tornar seu site mais atrativo, moderno e eficiente seguindo as exigências do principal e mais relevante mecanismo de busca. Continue acompanhando e aproveite todas elas! Boa leitura!

Corrija problemas de rastreamento

O passo inicial é verificar se existem problemas de rastreamento no site do seu negócio, como de servidor, DNS, 404, robots.txt e muitos outros. Você pode avaliar esse aspecto no Google Search Console, ao entrar na seção chamada “Erros de Rastreamento”. Se as páginas não forem rastreadas pelo Google, saiba que os esforços de ranqueamento não vão ser efetivos.

Minifique recursos do site

É preciso entender que a simplificação dos códigos do seu site ajuda o Google a fazer o rastreamento e a indexação dos conteúdos em um tempo mais curto. Quando o código é recheado de elementos desnecessários, sendo extremamente confuso, o bot dedica um tempo menor ao domínio. Afinal de contas, o robô nota que a página é mais lenta e que não garante uma boa experiência ao usuário.

Dessa forma, minificar é o mesmo que remover todos esses elementos que são dispensáveis e diminuir o tamanho dos códigos CSS, HTML e Javascript. Tenha certeza de que todo esse processo vai ser muito útil para diminuir o tempo de carregamento das páginas.

Atente à indexação da URL

No Google Search Console, você notifica quando fizer uma atualização ou acrescentar uma nova página. Os bots, em geral, podem demorar várias semanas para realizar o rastreamento. No entanto, com essa opção, é totalmente possível minimizar as falhas do processo.

Em “solicitar indexação”, a ferramenta realiza uma análise completa para testar os erros e, se estiver tudo correto, a página entra para a fila de indexação. Vale lembrar de que a API Indexing conta com uma função bem parecida e avisa o Google sobre a atualização, remoção ou adição de páginas.

Atente ao SEO On Page

O SEO On Page diz respeito às estratégias de otimização de sites que são feitas nas próprias páginas. Podemos destacar alguns dos elementos avaliados a seguir:

  • URL;
  • title tag;
  • design responsivo;
  • relevância do conteúdo;
  • imagens otimizadas;
  • meta description.

Essas características ajudam muito o Google a compreender do que o conteúdo está tratando e para quais buscas ele precisa ser exibido. Além do mais, as boas práticas de escaneabilidade e de SEO tornam o texto muito mais legível e interessante para o usuário.

Envie sitemaps ao Google

Os links externos e internos geralmente direcionam o robô do Google sobre o caminho que ele tem que traçar para rastrear e indexar páginas. No entanto, há um modo muito eficaz de agilizar a otimização de sites: enviar sitemaps ao Google. Tal arquivo faz a indicação de todas as páginas do site, o que obviamente facilita a identificação e o mapeamento das mais relevantes pela ferramenta.

Use palavras-chave

Como você já sabe, é fundamental e imprescindível focar as boas práticas de SEO para conquistar melhores resultados no ranqueamento. Nesse sentido, é importante saber que as palavras-chave são essenciais. Isso porque elas ajudam a posicionar o site para os termos que são mais pesquisados nos buscadores de acordo com a persona e o objetivo da empresa.

Essa é uma ação bem mais trabalhosa, por isso exige um planejamento estratégico, levando um longo tempo. Uma boa dica é sempre usar palavras-chave de diferentes tamanhos, pois tal diversificação auxilia no posicionamento mais rápido dos termos médios e longos enquanto solidifica as mais curtas, que são mais disputadas.

Faça links internos

É importante fazer links internos, pois eles ajudam o Googlebot na identificação de novas URLs no site a fim de indexar e ranquear tais páginas. Então, se o objetivo é conseguir resultados nas ferramentas de forma mais rápida, é fundamental que as novas URLs e publicações tenham links para páginas importantes, como posts relevantes do blog ou a página inicial.

Uma excelente alternativa é inserir um campo com as atualizações do blog sempre vinculados à página inicial do seu site. Dessa forma, ao realizar a varredura básica, o Google encontrará essas novas URLs.

Invista em design UX

É preciso ter em mente que o UX (User Experience ou Experiência do Usuário, em português) é rei em terras cibernéticas. Afinal de contas, ele faz com que o usuário tome a decisão rapidamente sobre quais sites realmente merecem a atenção e quais serão evitados. É óbvio que nenhuma empresa deseja ou espera que seu site não seja bem-visto e abraçado pelo seu público-alvo.

O UX otimiza todo seu material para que os usuários curtam a visita por meio de seus domínios digitais. É importante destacar que uma frase precisa nortear todos seus esforços: as pessoas não são obrigadas a saber algo. Ela é o seu verdadeiro mantra para proporcionar uma ótima experiência aos consumidores. Então, confira as seguintes dicas:

  • foque a usabilidade;
  • invista em uma ferramenta de pesquisa interna e saiba a usar as palavras-chaves e tags a fim de facilitar a ponte entre o público e a marca;
  • aposte na navegação otimizada (nunca polua o visual ou dificulte o acesso à informação);
  • facilite a volta para casa (sempre inclua botões de fácil acesso que ao usuário voltar para a página inicial).

Bom, agora que você já conhece as melhores dicas para reformular site de acordo com as exigências do Google, é hora de colocar a mão na massa e incluir todos esses elementos na reformulação do seu endereço na web. Não se esqueça de que seu site deve ser organizado visando sempre a melhorar a experiência do usuário e acompanhando a evolução da tecnologia. Ou seja, ele precisa ser confortável e atrativo para os olhos, além, é claro, de contar com conteúdo de qualidade e com um carregamento rápido.

Gostou de conhecer essas dicas valiosas para reformular seu site? Quer continuar aprendendo conosco? Então, aproveite que está por aqui e assine a nossa newsletter. Assim, você vai receber todas as novidades diretamente na sua caixa de entrada!