Onboarding de colaboradores: o que é, como funciona e qual a sua importância?

Onboarding de colaboradores: o que é, como funciona e qual a sua importância?

Por Thiago Rodrigues - 24 de fevereiro de 2020 -

Já parou para pensar no conceito de onboarding de colaboradores? Para quem chega, adaptar-se ao novo ambiente e à cultura organizacional requer um tempo. Esse recurso é utilizado para facilitar esse período de transição.

Por englobar diversos desafios ligados ao crescimento do negócio, a equipe de Recrutamento e Seleção e o gestor responsável pela vaga têm uma grande responsabilidade em suas mãos. É nesse contexto que entram as boas práticas de onboarding. Continue a leitura e entenda como ele funciona, sua importância e meios de aplicá-lo.

O que é o onboarding de colaboradores?

Sabe aquele processo de integração pelo qual eu e você já passamos em algum momento da carreira profissional? Ele faz parte do onboarding de colaboradores. De forma resumida, trata-se de um conjunto de ações para integrar o talento que acaba de chegar à organização.

O planejamento é um trabalho conjunto entre o setor de Recursos Humanos (RH) e o gestor responsável pela vaga. O objetivo é tornar a adaptação fácil, além de tentar engajar o colaborador desde o primeiro dia, a fim de aumentar as chances de retenção — já pensando no futuro. A estratégia de gestão de pessoas envolve quatro etapas principais:

  • orientação;
  • supervisão;
  • acompanhamento;
  • treinamento.

Vale destacar que a maior parte das organizações ainda não dá a devida importância ao processo de onboarding. Geralmente, os novos colaboradores apenas participam de uma breve apresentação e já são inseridos na rotina da equipe.

Com um mercado cada vez mais competitivo, a retenção de talentos tende a ser maior em companhias que investem em processos completos de integração. A partir de uma recepção elaborada e imersiva, o profissional se sente confortável no novo ambiente de trabalho, produz mais e gera resultados.

Qual a importância do onboarding de colaboradores?

Lembra daquele ditado “a primeira impressão é a que fica”? Isso conta muito no processo de onboarding de colaboradores. Quando a organização começa com uma boa recepção, essa ação já contribui para aumentar a satisfação dos novos profissionais.

De acordo com a Onboardia, que desenvolve soluções com foco em gestão de pessoas, 75% dos colaboradores com boas experiências de onboarding se tornam leais à organização. Além desse dado, vou compartilhar alguns benefícios que mostram a importância do onboarding.

Retenção de talentos

Atrair novos profissionais é apenas uma parte do trabalho do RH, pois também é preciso retê-los, a fim de manter os melhores talentos na organização. Para que isso seja possível, é necessário ter bons atrativos. A adoção de práticas de onboarding, benefícios e salários competitivos são alguns deles.

Outros fatores internos são relevantes na retenção de talentos. Aqui, refiro-me à boa relação com gestores e equipes e ao alinhamento com a cultura organizacional. Com um onboarding completo, você pode construir esses alicerces para reter profissionais talentosos.

Engajamento dos profissionais

Muito se fala em engajamento de clientes, e o mesmo vale para os colaboradores, já que engajar mantém a produtividade e a motivação em alta. Integrar os novos talentos desde o início, ao mesmo tempo em que o processo de adaptação é simplificado, é um bom começo para estimular o comprometimento.

Crescimento do negócio

Tanto a retenção como o engajamento são componentes importantes para o crescimento do negócio. Quanto melhor o onboarding e o tempo de adaptação, mais cedo os resultados tendem a aparecer. Profissionais envolvidos com as metas costumam ser mais produtivos e rentáveis.

Redução do turnover

Um dos maiores desafios do ambiente corporativo é lidar com a rotatividade, por vezes alta e mais frequente do que o esperado. Para reduzir o turnover, é preciso aumentar a percepção de pertencimento por parte do colaborador. Assim, seu vínculo com a organização cresce, bem como seu comprometimento e sua lealdade.

Como o onboarding de colaboradores funciona?

O onboarding de colaboradores deve começar logo após a contratação. Afinal, esse é o momento em que sua motivação está em alta. O profissional quer mostrar trabalho e está com todo o gás, aberto a receber orientações e com facilidade de se adaptar.

Então, como funciona o onboarding? É importante repassar todas as informações essenciais sobre o cargo e o negócio, como missão, visão, valores e cultura, de forma a encantar o novo talento.

A integração pode acontecer por meio de convites para almoço, troca de contatos no caso de dúvidas e feedbacks constantes sobre expectativas. O onboarding pode durar de 1 a 3 meses, dependendo do grau de adaptação de cada pessoa. De modo geral, com treinamento adequado e boas práticas, a organização pode promover um acompanhamento próximo. Isso vale para novos colaboradores e também para profissionais realocados.

Como elaborar um onboarding de colaboradores?

A fim de otimizar a rotina, o onboarding de colaboradores conta com algumas boas práticas na hora de entrar em ação. O processo começa na contratação, passa por alguns preparativos internos e se estende até a conclusão do período de adaptação. Vou mostrar os principais pontos que você deve levar em consideração ao elaborar a integração de novos talentos.

  • Apresente todas as informações de forma clara na hora da contratação, como salário, benefícios, o que se espera do cargo, período de experiência e início das atividades.
  • Mostre ao profissional que ele está sendo esperado, deixe o ambiente pronto para recebê-lo, envie um e-mail de boas vindas e prepare a equipe para recepcioná-lo.
  • Crie um evento para receber o novo colaborador ou uma dinâmica em grupo logo no primeiro dia de trabalho. Faça uma apresentação e conte mais sobre a companhia.
  • Promova um tour pelo escritório para mostrar a estrutura e familiarizar os recém-chegados com as equipes, seus líderes e os grandes executivos (CEOs), se possível.
  • Passe um breve panorama sobre o ambiente de trabalho (dia a dia, desafios, metas, projetos do time e expectativas).
  • Organize sua mesa com materiais, bilhetes, informações importantes para o cotidiano (login, senha, ramais), lembrancinhas ou qualquer outro toque de personalização.
  • Eleja um mentor para dar todo o suporte necessário no início, esclarecer dúvidas, passar um treinamento personalizado e acompanhar o trabalho de perto.

Aliás, por falar em lembrancinhas, uma boa ideia para complementar a integração é montar um kit com brindes para conquistar o mais novo talento do seu time. Que tal apostar em uma combinação para o dia a dia, como squeeze, caneta e caderno?

Por meio do onboarding de colaboradores, fica muito mais fácil alinhar as expectativas de ambos os lados. Assim, a tendência é que os recém-chegados se juntem ao time bastante motivados, resultado de um processo de integração bem elaborado, desde a seleção até a contratação e o acompanhamento com avaliações de desempenho e feedback.

Tudo pronto para investir em boas práticas de onboarding? Compartilhe o conteúdo nas redes sociais e mostre o quanto o processo pode fazer diferença na retenção de talentos, entre outros benefícios!