Jornal interno ainda é uma boa estratégia? Veja como melhorar!

Jornal interno ainda é uma boa estratégia? Veja como melhorar!

Por Thiago Rodrigues - 28 de setembro de 2020 -

O jornal interno é uma importante ferramenta de comunicação da empresa. De forma geral, ele pode ser um canal para tratar de eventos, fatos e informações do contexto do negócio. O que muita gente se pergunta é se essa ainda é uma estratégia interessante para fortalecer a cultura organizacional em tempos de inovação tecnológica acelerada.

Afinal, ainda faz sentido investir no jornal interno? A resposta é sim. Definitivamente, a ferramenta traz diversos benefícios. Contudo, existem formas de otimizar os resultados alcançados com ela.

Neste post especial sobre o tema, reunimos 6 dicas valiosas para ajudá-lo a alcançar esse objetivo na sua empresa. Confira!

1. Complemente com novos canais

Em tempos de transformação digital, não há motivo para centralizar toda a sua comunicação em um único canal. Assim, é importante disponibilizar o jornal interno sem se esquecer das suas limitações, como a periodicidade. Um jornal diário pode ser difícil de acompanhar, enquanto um jornal quinzenal pode não ser o ideal quando uma informação precisa ser repassada de imediato.

Por isso, adote outros canais que, cada um à sua forma, ajudem a empresa a fortalecer a comunicação interna. Seja por e-mail, seja por uma página online, a informação precisa chegar no tempo e no formato adequado. Existem ferramentas alternativas bastante interessantes para essa finalidade, como mostraremos em detalhes mais à frente.

2. Redija conteúdos objetivos

Por mais que seja fundamental manter os colaboradores atualizados sobre as novidades da empresa, sabemos que o tempo é um recurso precioso no dia a dia dos profissionais. Por isso, invista na elaboração de conteúdos objetivos, que passem a mensagem de forma coesa e coerente.

Uma dica é fazer um bom planejamento das pautas antes de produzir o material. O redator deve ter em mãos, por exemplo, o objetivo central do texto, as informações que não podem faltar e até mesmo o tom da linguagem a ser adotado.

3. Selecione assuntos de interesse do público

Um jornal interno não pode ser tratado como um quadro de avisos. Por mais que ele seja uma via de transmissão de informações essenciais, é preciso cativar os colaboradores para que a leitura seja também prazerosa, e não apenas uma obrigação. Dessa forma, além de fortalecer o engajamento na cultura da empresa, o jornal receberá a atenção que merece.

Questões de interesse comum são valiosas, nesse sentido. Cuidados com a saúde, inovações tecnológicas, assuntos regionais e até mesmo novidades do entretenimento podem ser abordados em seções específicas. No entanto, lembre-se de ter cuidado com temas polêmicos ou sensíveis para os colaboradores, assim como com a linguagem utilizada para tratar de cada questão.

Outra possibilidade é contar histórias de vida, entrevistar colaboradores e até mesmo destacar resultados positivos de um setor. São ações que fazem parte da estratégia de endomarketing nas empresas, já que demonstra o reconhecimento dado ao trabalho realizado pelos profissionais que vestem a camisa da organização.

4. Alinhe pautas junto aos setores

A melhor forma de levantar as pautas de interesse dos colaboradores é coletar essas informações diretamente com eles. Isso pode ser feito em contato com os líderes e supervisores, que podem pedir feedbacks rápidos do jornal em reuniões dos seus setores. O mesmo pode ser feito individualmente com outros profissionais.

Não deixe de se familiarizar com o interesse daqueles que atuam em contato direto com o core business da empresa. Há sempre um tema que passa despercebido aos olhos do RH e do marketing, mas que é parte do cotidiano das pessoas no ambiente corporativo.

5. Fortaleça os valores da empresa

As páginas do jornal interno são reflexo da cultura organizacional da empresa. Logo, os seus valores devem estar presentes para reafirmar o compromisso da organização. Essa prática ajuda a alinhar os colaboradores à postura que a empresa espera de suas equipes, sobretudo em temas que fogem um pouco do dia a dia de trabalho.

Um exemplo disso é a segurança da informação, um tema amplamente discutido por empreendedores e gestores, mas que nem sempre chega às equipes. Proteger os dados da empresa, dos colaboradores e dos clientes depende de um engajamento coletivo nas práticas definidas pela política de compliance — algo que só pode ser alcançado quando os setores administrativos transmitem esses valores com sucesso.

6. Implemente ferramentas alternativas

A eficiência do jornal interno depende, como mencionamos, de uma comunicação objetiva. Porém, isso se torna um desafio quando essa ferramenta é o único canal para levar informações aos colaboradores.

Então, confira, a seguir, algumas alternativas que podem ser ainda mais eficientes para ações específicas, por isso, podem complementar ou mesmo substituir o jornal interno em alguns casos.

Intranet

A intranet é uma espécie de site que só pode ser acessado por membors da empresa. Essa página interna pode reunir uma série de funcionalidades, informações, serviços e canais de comunicação. Os mesmos artigos do jornal interno, por exemplo, podem estar disponíveis para leitura na intranet.

Uma das vantagens é que ela pode assimilar recursos mais avançados, já que é o próprio colaborador que vai até ela. Um bom exemplo são os chatbots, uma espécie de robô virtual baseado em inteligência artificial que conversa com quem acessa a intranet para tirar dúvidas, enviar avisos, etc.

Newsletter

A newsletter é um tipo de e-mail disparado periodicamente com informações diversas. Em geral, ela pode ser usado para notificar sobre o lançamento do próprio jornal interno, trazendo inclusive o link para visualização online.

A vantagem é que a pessoa recebe a mensagem no próprio e-mail, podendo acessá-la de onde estiver e se mantendo atualizada sobre os tópicos de destaque daquele período.

Rede social corporativa

Uma estratégia ainda mais avançada é a criação de uma rede social para os colaboradores. Entre os benefícios, podemos destacar a variedade de funcionalidades à disposição e o incentivo ao engajamento nas atividades da empresa.

Algumas organizações, por exemplo, usam técnicas de gamificação na rede social corporativa para fortalecer o endomarketing. Nesse caso, os colaboradores acumulam pontos de acordo com as metas cumpridas (níveis de interação, sugestões de melhoria, etc.). Os melhores pontuadores são reconhecidos no jornal interno, podendo até mesmo ganhar prêmios e brindes.

Como você pode ver, o jornal interno segue cumprindo o papel de uma importante ferramenta de comunicação da empresa. O que a tecnologia faz é ampliar as possibilidades de ação, permitindo que os resultados alcançados sejam ainda melhores. Então, coloque essas dicas em prática e fortaleça o endomarketing da sua organização. Os resultados, como mostramos aqui, são extremamente interessantes!

Quer outras dicas sobre como melhorar processos na sua empresa? Então, confira, em seguida, nosso artigo sobre como fazer o onboarding de novos colaboradores!